News

Milhares protestam em Israel exigindo libertação de prisioneiros e renúncia do governo

Protestos em massa ocorreram em torno de Israel, com manifestantes apelando ao regresso dos prisioneiros israelitas detidos em Gaza, à destituição do governo do primeiro-ministro Netanyahu e ao fim da guerra em Gaza.

Vários milhares de apoiantes, amigos e familiares dos prisioneiros israelitas capturados pelo Hamas em 7 de Outubro reuniram-se na “Praça dos Reféns” de Tel Aviv no sábado, disseram repórteres da Al Jazeera no terreno.

“Isto não tem precedentes porque, durante o início desta guerra, todos concordaram, incluindo os manifestantes antigovernamentais, que precisavam de ser unificados num momento em que há guerra, num momento em que ainda há prisioneiros detidos em Gaza, ” disse Sara Khairat da Al Jazeera, reportando de Tel Aviv.

A participação de pessoas na praça foi muito maior do que nas últimas semanas, quando algumas dezenas a algumas centenas de pessoas se reuniram. “Agora, alguns milhares de pessoas [are] reunidos aqui”, disse nosso correspondente.

Os manifestantes gritaram: “Bushah bushah, bushah”, que significa “vergonha, vergonha, vergonha” em referência ao governo, com alguns também culpando Netanyahu e outras autoridades pelos acontecimentos de 7 de outubro.

“Isso só dá uma ideia de quão irritadas algumas dessas pessoas estão”, disse Khairat.

Em Jerusalém, as pessoas reuniram-se em frente à casa do presidente israelita, Isaac Herzog, para se manifestarem, exigindo o regresso dos mais de 100 cativos ainda detidos em Gaza.

Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button